Skip to content

Era uma vez…

Acho que antes do “conto de fadas”, primeiro eu tenho que me apresentar: eu sou a @carolinaborin, empreendedora/social media, apaixonada pelo marketing digital desde 2008 quando tudo isso era mato, louca (posso assim dizer) pela Disney, que nunca gostou de frio e nem queria morar fora do Brasil, mas que hoje está escrevendo, com chances de neve, no seu novo país chamado Escócia.

Carolina-Borin-em-Edinburgh
Eu em frente ao Castelo de Edinburgh

Feita a apresentação, vou contar o meu conto de fadas, por mais que Salem Ilese diga para não acreditarmos na Disney, eu acredito, e uma amiga minha uma vez falou: você está vivendo o seu momento filme de comédia romântica, aproveite cada minuto!

2020 pode ter sido um ano ruim, para a maior parte, mas para mim ele foi o real ano da mudança (e entenda, não tô anulando a dor de ninguém, acho que foi sim um ano desafiador para muitos).

Vou pular as mudanças do começo do ano e vou direto para a minha vinda para Edinburgh.

Passeio-Edinburgh-Primeiros-Dias
Aqui em todo lugar você se apaixona

Em Junho ou Julho (não lembro muito bem) tomei coragem e voltei a seguir o meu amor, vulgo Conrado. Se você é daquele tipo de pessoa que acha que ex bom é ex morto e tudo mais, então talvez você não queira ler essa parte da história, mas vou resumir aqui: eu namorei ele de 2008 até 2013, fui sócia dele de 2013 até 2015, fiquei sem saber uma notícia sequer dele de 2015 até 2020 e hoje estamos morando juntos em outro país.

Segui ele pensando: “cara, por que não? Estamos mais maduros, acho que ele está em outro país (a criatura é no profile, então stalkear foi difícil), éramos muito amigos, e nos dávamos muito bem. Já está mais do que na hora de voltarmos a nos falar”, e foi assim que tudo começou!

Mas não tão mágico, porque segui ele, mas não fui seguida de volta.

Ai em 31 de julho mandei uma DM elogiando uma foto e fui respondida com um “obrigado”, pensei: ok, vamos seguir em frente. Até que em 08 de agosto recebo um: “oi, tudo bem? Quero saber sobre você”. Resumindo bem o papo, no dia 27 de agosto foi a conversa de o quão disposta eu estaria para tentarmos de novo, e a resposta foi: mudar de país.

Foi aí que a minha saga começou!

Chegada-em-Edinburgh
Chegando – 08/10/2020

Eu estava sem RG, não tinha passaporte e sabia quase nada sobre Edinburgh, ou a Escócia em geral.

É nesse ponto que começa os meus posts para vocês: cheguei aqui no dia 08/10/20 e vou contar sobre meus sentimentos, mostrar passeios, como foi viajar em uma pandemia, como é morar fora do Brasil e por aí vai!

morar fora do brasil, escócia

8 Comentários

  1. Moni Moni

    Que delícia de post <3 já aqui sonhando com umas férias da Escócia! Sempre quis conhecer, amiga. Há uma atmosfera tão mágica por lá, é surreal.

    • Cyndria Martins Cyndria Martins

      Amiga, bora nós duas pra lá? A atmosfera realmente é algo que me encanta também, super vibes cottagecore real, do jeito que a gente ama!
      Eu topo fazermos umas férias por lá! haha ♥

      • Carolina Borin Carolina Borin

        Estou aqui só esperandooooooo!

    • Carolina Borin Carolina Borin

      Siiiim, aqui é magico e encantador, eu estou há 03 meses e não paro de achar lindo.
      Só estou esperando poder viajar pela Escócia inteira!

  2. Claudia Claudia

    Amei amiga! Doida pra saber tim-tim por tim-tim!

    • Carolina Borin Carolina Borin

      Brigadaaaaaaa!!!
      Logo, logo, sai o segundo!

  3. Aheeee!!! Sou do seu time, que acredita e vive um “conto de fadas”. 2020 também foi um ano de algumas tristezas bem tristes mas de muitas e muitas conquistas. A pandemia acabou sendo algo muito bom para mim

    Ps,. Amei ter seu blog para ler!

    • Carolina Borin Carolina Borin

      Aiii Ana, tu sabe como ter um blog para escrever é ótimo né?!
      Aproveita e leia muitos posts da Cyn a dona e proprietária daqui, sei que tu vai amar!

      E sim 2020 foi um ano diferente, e 2021 também será, mas quanto mais leve e acreditando nos contos vivermos, será mais ˜fácil”de passar pelos momentos triste, Divertidamente ensinou que passamos por momentos tristes, para vir os felizes e assim vai!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.